Diferenças internacionais

As diferenças de felicidade entre os países são acentuadas e demonstram padrões regionais. Tanto em termos de satisfação com a vida como em termos de bem-estar, os países nórdicos saem-se melhor, juntamente com a Irlanda, a Áustria e a Suíça. Logo abaixo destes estão os países anglo-saxónicos, alguns países da América Latina e outros países da Europa continental. Os países mais infelizes incluem a Rússia, grande parte da Europa Oriental e muitos países africanos. As regiões que estão colocadas no meio da tabela incluem muitas regiões do sul da Europa e da Ásia.

Várias explicações para as diferenças entre países têm sido estudadas. A felicidade tende a ser maior nos países economicamente prósperos, com um alto nível de liberdade democrática e direitos, onde a confiança entre as pessoas é alta, e em países com uma cultura mais individualista1 2 3. No entanto, não podemos dizer com segurança que qualquer um desses elementos seja importante para a felicidade - as correlações demonstradas são pouco claras.

  • 1. Stevenson B, Wolfers J. Economic Growth and Happiness: Reassessing the Easterlin Paradox. Brookings Papers on Economic Activity. 2008;:1–102.
  • 2. Tov W, Diener E. Culture and subjective well-being. Handbook of cultural psychology. 2007;:691–713.
  • 3. Diener E, Helliwell JF, Kahneman D. International Differences in Well-Being. Oxford University Press US; 2010.